inova logo branca
igor pinheiro ceo

Igor Pinheiro

C.E.O da Inova Civil
Ativo 17

Túneis na Engenharia

Figura 1 – Túneis na Engenharia.

Os túneis estão tornando-se opções cada vez mais viáveis para as rodovias brasileiras, principalmente devido à intenção do Poder Público em investir nos caminhos mais curtos para o escoamento da produção. Além disso, há a necessidade latente da implantação do metrô nas cidades, proporcionando a melhoria no deslocamento dos cidadãos.

Essa metodologia da engenharia tem diversas vantagens e desvantagens quando comparados aos cortes para a passagem das rodovias (Figura 2), como:

Figura 2 – Talude necessário para a implantação da Rodovia Bandeirantes em São Paulo.

Lado Positivo dos Túneis em relação aos Cortes

 Economia no traçado da rodovia. Por exemplo, não irá precisar subir morros inviáveis, basta apenas “atravessá-lo”;

  • Menor índice de desapropriações;
  • Ocorrência mínima de manutenção em relação aos taludes que deverão ter intervenção contínua;
  • Menor impacto ambiental.

Lado Negativo dos Túneis em relação aos Cortes 

  • Mão de obra especializada;
  • Custos fixos, como iluminação artificial, ventilação e outros;
  • Investigações complexas e caras no solo.

1. ESCAVAÇÃO, AUXILIADA POR EXPLOSIVOS, PARA A CONSTRUÇÃO DOS TÚNEIS

Embasados pelos estudos preliminares (sondagens, escolha do traçado, tamanho da seção, viabilidade, planejamento, orçamentos e outros), a equipe responsável pela obra escolhe os funcionários, os equipamentos e a rotina de trabalho para esse empreendimento.

Inicia-se, geralmente, a escavação por meio de explosivos, nos quais a direção, a ordem de explosão e a locação dos furos são previamente determinadas, para que não haja complicações na hora decisiva.  No Brasil, os explosivos são fiscalizados e regulados pelo Exercito Brasileiro (Figura 3), evitando que esses materiais caiam em mãos erradas (sabemos que isso não é 100% verdade, será explicado adiante).

Figura 3 – Exército Brasileiro em ação com uma carga de explosivos.

Os equipamentos, com softwares capazes de evitar erros corriqueiros no alinhamento dos explosivos, são conhecidos como Jumbo (Figura 4).

Figura 4 – Máquina depositando o material explosivo.

2. CONSTRUÇÃO DE TÚNEL POR MEIO DOS EQUIPAMENTOS TBM(“TATUZÃO”)

Um método menos impactante para o subsolo e ambiente no entorno do local da obra é a escavação por máquinas TBM (Tunnel Boring Machine), Figura 5. Diversos túneis mundiais já foram escavados por esse tipo de equipamento, como o Eurotúnel no Canal da Mancha, Túnel dos Alpes Suíços e tantos outros.

Basicamente, o TBM é uma máquina capaz de perfurar em diversos tipos de materiais, desde rochas com resistência de 300 MPa a terrenos arenosos, sem a necessidade de explosivos.

Figura 5 – Máquina, conhecida como “tatuzão”.

LINK COM O FUNCIONAMENTO DO TBM

https://www.youtube.com/watch?v=NeO3k4C0tnQ

LINK COM O MEGATATUZÃO NA ESTAÇÃO REPÚBLICA DA LINHA 3 – VERMELHA

https://www.youtube.com/watch?v=aEitdL0iwg0

CONSTRUÇÃO DO EUROTUNEL

https://www.youtube.com/watch?v=7NobGnlDh4k

Algumas vantagens e desvantagens desse método:

VANTAGENS

  • Não provoca abalos sísmicos devido às explosões (Importantíssimo para as áreas urbanas);
  • Rápido;
  • Segurança no trabalho (Sem riscos causados pelas detonações, como gases ou quedas de materiais).

 DESVANTAGENS

  • Custo de aquisição elevado;
  • Escavam túneis de diâmetros fixos (não há a facilidade de variações);
  • Mão de obra especializada.

3. SEGURANÇA

 Os processos de Segurança e Medicina do Trabalho deverão ser fielmente seguidos, afinal estamos tratando com cidadãos que devem ser protegidos pelos responsáveis da obra. Ou seja, obriga-se a anteder a todas as normas, por exemplo, equipamentos de proteção individual e coletivo, equipamentos adequados para descarregamento de materiais e outros.

3.1. ESCORAMENTO 

Acerca do assunto segurança, seguem algumas fotos do tipo de escoramento realizado em túneis, a fim de garantir a estabilidade do sistema, Figuras 6 e 7.

Figura 6 – Escoramento dos túneis.
Figura 7 – Outro exemplo de escoramento seguro.

4. SERVIÇOS AUXILIARES

 Obviamente, deve-se atentar para os serviços auxiliares que irão proporcionar a boa execução do serviço, como:

  1. Iluminação, Figura 8;
  2. Ventilação (Eliminando gases de fumaças, Figuras 9 e 10);
  3. Sinalização;
  4. Sistema de combate a incêndio;
  5. Central de comando fora do túnel.
Figura 8 – Necessidade de iluminação artificial.
Figura 9 – Dutos de ventilação.
Figura 10 – Saídas dos dutos de ventilação.

5. TÚNEIS NO MUNDO 

Há diversos exemplos de túneis ao redor do globo, desde os complexos aos simples. O INOVACIVIL irá exemplificar dois exemplos, o clássico Eurotúnel e o famoso túnel usado em um assalto cinematográfico em Fortaleza/CE.

5.1. EUROTÚNEL

 Um dos túneis clássicos no mundo, o Eurotúnel marcou época e demonstrou a capacidade engenhosa dos seres humanos no século 20. Afinal, a construção durou sete anos e envolveu, direta e indiretamente, 15 mil pessoas, 15 empresas e 5 bancos dos dois países (França e Inglaterra).

Em suma, esse túnel tem a extensão de 50,45 km e liga a cidade de Folkestone na Inglaterra com Coquelles na França, Figuras 11 e 12.  A Figura 13 demonstra alguns detalhes do caminho em corte.

Figura 11 – Eurotúnel atravessando o Canal da Mancha.
Figura 12 – Eurotunel que interliga a França com o Reino Unido.
Figura 13 – Detalhe do solo desse caminho.

5.2 ASSALTOS A BANCOS

A Engenharia tem como princípio aplicar o conhecimento em prol da sociedade, economia e o meio ambiente, porém há pessoas que a utilizam em benefícios próprio em detrimento dos outros.

O Assalto ao Banco Central do Brasil em Fortaleza em 2005 é um exemplo disso cujo potencial de leso à instituição bancária foi de incríveis 164 milhões de reais. O túnel teve como características a profundidade de 4 metros, 80 metros de extensão e 70 cm de diâmetro. Além disso, havia iluminação provisória, sistema de ventilação e escoramentos.

Figura 14 – Túneis improvisados para assaltos a bancos.
Figura 15 – O maior assalto a banco do Brasil foi em Fortaleza-CE. Essa foto demonstra a distância do túnel entre o banco e a casa alugada.
Figura 16 – Desenho esquemático do assalto.

5.3. ACIDENTES

 Esses métodos construtivos deverão ser realizados da forma mais prudente e cuidadosa possível, embasados com todos os estudos geotécnicos, ambientais e da engenharia como um todo, já que esse tipo de obra poderá ser alvo de sinistros,  Figuras 17 e 18. Por isso, CUIDADO! Esteja sempre cercado dos melhores funcionários possíveis e com o melhor conjunto de informações para que as decisões sejam racionais e seguras.

Figura 17 – Acidente em um túnel brasileiro.
Figura 18 – Acidente na construção do metrô de São Paulo.

6. CONCLUSÃO

Constatou-se que a construção dos túneis deverá ser realizada por pessoas capacitadas no assunto, nenhum marinheiro de primeira viagem deverá assumir a responsabilidade total de uma obra dessa magnitude. Por isso, sempre estude a respeito dos projetos previamente disponibilizados.

No Brasil, a tecnologia, principalmente com as máquinas do tipo TBM, está tomando de conta, auxiliando na construção de túneis seguros e eficientes.

Nunca é demais lembrar-se da segurança envolvida no processo, esteja sempre atento ao dia a dia, converse com os responsáveis pela essa área, analise os recalques do solo ocasionados pelas escavações e tenha sempre cuidado para que não ocorra nenhum desastre.

VÍDEO NO YOUTUBE

 

Siga nossas redes sociais:
logo cinza inova
Todos os direitos reservados® – Inova Civil Plataforma Educacional | CNPJ 22.371.237/0001-11
Políticas de Privacidade & Termos de Uso