inova logo branca
igor pinheiro ceo

Igor Pinheiro

C.E.O da Inova Civil
Ativo 17

Os Principais Softwares BIM e Suas Funções

1 – O que é BIM?

BIM, em português, significa modelagem da informação da construção, é uma metodologia de projetos que possibilita a integração de todas as informações de uma obra desde a sua representação gráfica, orçamento, planejamento, características dos materiais, pós obra, etc.

A metodologia BIM é muito além de realizar a modelagem de 3D da edificação, ela envolve todas as etapas da obra dentro das suas várias dimensões. A sua principal função é a integração entre as várias partes da obra e a colaboração entre os profissionais envolvidos em cada uma.

Para integrar todos os projetos que envolvem uma construção – arquitetônico, estrutural, elétrico, hidrossanitário – ao seu planejamento, orçamento e demais etapas são utilizados vários softwares que atuam em cada passo.

Esses softwares compatíveis com a metodologia BIM permitem que os profissionais envolvidos nas diversas áreas possam compartilhar informações entre si gerando um resultado muito mais assertivo e evitando o aparecimento de problemas na obra.

Aqui vamos entender quais são os principais softwares BIM e qual sua função dentro de um projeto BIM.

Para saber mais sobre detalhes sobre a metodologia BIM acesse o Artigo completo BIM: Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre a Metodologia

2 – O que é um software BIM?

O BIM é uma metodologia de projetos, logo qualquer fornecedor de softwares desenvolver e oferecer no mercado softwares com suporte a metodologia BIM.

Isso incentiva a competição entre os fornecedores fazendo com que eles desenvolvam mais softwares para as diversas etapas do projeto além de incentivar a adição de diversas melhorias em seus softwares BIM já existentes.

Os softwares se comunicam entre si através de arquivos em formato IFC, quando um arquivo é exportado nesse formato é possível abri-lo em qualquer software BIM.

Além disso existe a possibilidade de vincular diferentes projetos utilizá-los simultaneamente em nuvens.

Mas um projeto BIM vai muito além de abrir um mesmo projeto em vários softwares, projetar em BIM é como construir a edificação por completo em um mundo virtual, isso vai além de linhas desenhadas.

Nos projetos BIM não existe apenas uma representação desenhada com linhas como no CAD. No BIM essa representação possui todas as informações necessárias para a construção integradas a ela.

Os programas BIM são parametrizados, ou seja, possibilitam o uso de modelos em que são inseridas informações ligadas a cada elemento que está sendo representado no modelo.

Essas informações interferem no projeto e são essenciais para todas as etapas até o momento da construção.

Por exemplo, uma porta inserida no modelo pode conter informações de suas dimensões, tipo de material, custo por unidade, quem será o fornecedor, entre outras informações importantes para esse componente.

3 – Softwares BIM para modelagem 3D

A modelagem 3D é a primeira etapa de um projeto BIM, é basicamente a representação virtual em 3D da edificação. Na modelagem 3D é realizada a construção virtual e é possível visualizar não só projeto arquitetônico, mas também estrutural e de instalações elétricas e hidrossanitárias.

Com todos os projetos, arquitetônico e complementares, modelados é possível fazer a compatibilização entre eles e prever incompatibilidades entre as disciplinas de forma automática utilizando o software.

Abaixo apresentamos os principais softwares de modelagem 3D com suporte a metodologia BIM.

– Arquitetura

  • Revit (Autodesk)
  • ArchiCAD (Graphisoft)
  • Allplan
  • Vectorworks
  • Bentle (Aecosim)

O Revit é o software de modelagem 3D mais utilizado no mercado Brasileiro atualmente, um software interdisciplinar, engloba engenharia estrutural e MEP, construção e projeto arquitetônico.

Já o ArchiCAD é um dos pioneiros nas ferramentas BIM de modelagem, mas, é menos utilizado que o Revit e possui pouca mão de obra qualificada para utilização no mercado brasileiro. Os demais softwares são menos utilizados os dois primeiros.

– Instalações

  • Revit – MEP
  • QI Builder
  • Bentely

– Estrutural

  • TQS
  • Eberick
  • CypeCAD
  • Tekla Structure
  • Robot

Sendo os mais utilizados no mercado brasileiro o TQS e Eberick, respectivamente.

4 – Softwares BIM para planejamento e gerenciamento

  • NavisWorks
  • MS Project
  • Solibri
  • Trimble Connect
  • Tekla BIMsigt
  • Bexel

5 – Softwares BIM para orçamentação

  • SISPLO
  • OrçaPlus
  • OrçaBIM
  • TCPO
  • Arquimedes
  • PRESTO
  • Bexel

6 – Como funcionam as etapas de um projeto BIM

Aqui vamos falar sobre o funcionamento das etapas de um projeto em BIM citando os softwares mais utilizados no mercado brasileiro para essas etapas. Lembrando que cada software tem suas vantagens e desvantagens e o melhor software é aquele que atende as suas necessidades e que você sabe utilizar.

A primeira etapa de um projeto BIM é a modelagem arquitetônica no Revit. No Revit, ao realizar o projeto na planta 2D o software já cria toda a representação 3D do projeto automaticamente, o que facilita a visualização do projeto.

Como o Revit é um Software BIM parametrizado, todos os cortes do projeto são criados de forma automática.

Ao realizar uma mudança no projeto em qualquer corte ou planta baixa, todas as outras vistas serão alteradas automaticamente, sem necessidade de retrabalho.

Além de possibilitar a detecção de incompatibilidades dentro do próprio programa.

O projeto arquitetônico irá servir como base para a realização dos projetos complementares – hidrossanitário, elétrico e estrutural – utilizando os softwares adequados para cada disciplina.

O Revit possibilita a modelagem de todas as disciplinas citadas, mas não realizada o dimensionamento, mas os softwares QI Builder, TQS, Eberick são comumente utilizados para fazer o dimensionamento e modelagem.

Todas essas disciplinas são compatibilizadas, o Revit faz compatibilização dessas disciplinas e é compatível com os arquivos exportados dos demais programas, mas é um software não é indicado para fazer compatibilização de projetos de maior porte.

O programa mais indicado para fazer a compatibilização entre todas as disciplinas, principalmente para projetos de maior porte, é o NavisWorks, pois é um programa voltado para compatibilização e integração das diversas etapas e não possui funções de modelagem.

Por não ser um programa com funções de modelagem é consideravelmente mais leve que o Revit e consegue compatibilizar projetos maiores sem sobrecarregar o computador.

A segunda etapa é a realização do cronograma da obra, o software mais utilizado para a realização do planejamento e acompanhamento da obra é o MS Project.

Ao criar todo o cronograma no Ms Project é possível integrá-lo ao NavisWorks e juntar ao 3D e realizar simulações da construção acontecendo em qualquer etapa da obra.

Simulação BIM 4D com NavisWorks
Figura 1 – Simulação 4D

A terceira etapa é a de orçamentação, o programa mais utilizado no Brasil para orçamentação é o Excel e os softwares BIM possuem capacidade de importar planilhas de Excel e interpretá-las.

A partir da modelagem 3D feita no Revit na primeira etapa é possível extrair as tabelas de quantitativos de forma automática.

Essas tabelas de quantitativos são exportadas e são a base para a realização de um orçamento extremamente preciso.

Com o orçamento realizado, a planilha é exportada e importada para o NavisWorks para que seja feita a integração de todas as etapas.

Com a integração da modelagem 3D, planejamento e orçamento e possível realizar simulações e visualizar qual será o valor gasto em cada etapa da obra visualizando o modelo de como a obra já deve estar quando estiver sendo executada.

Referências

Figura 1 – Disponível em: < https://maisengenharia.altoqi.com.br/bim/bim-4d-o-planejamento-inteligente-da-obra/ >

Siga nossas redes sociais:
logo cinza inova
Todos os direitos reservados® – Inova Civil Plataforma Educacional | CNPJ 22.371.237/0001-11
Políticas de Privacidade & Termos de Uso