inova logo branca
igor pinheiro ceo

Igor Pinheiro

C.E.O da Inova Civil
Ativo 17

Descubra os Segredos para a entrega de uma Obra

Figura 1 – A tão sonhada entrega da obra.

Chegou o momento tão esperado de toda obra: A sua entrega aos futuros inquilinos.

CUIDADO!!!

Não pense que será um processo simples e de fácil execução, já que, principalmente no Brasil, há empresas que ainda não prezam pela padronização dos processos, pelo sistema de qualidade ou pelo comprometimento com os clientes. Enfim, entregam o empreendimento de forma descuidada, o qual poderá apresentar erros graves (alguns até bem à vista de todos).

Quem nunca presenciou a entrega de apartamentos com tantos erros a olho nu e serviços a serem finalizados?! Aquele local sem a impermeabilização adequada, sem o porcelanato no esquadro ou com metais dos banheiros já enferrujados. É uma pena que esses acontecimentos ainda sejam comuns no nosso país (Figura 2).

Figura 2 – Obras mal acabadas = dor de cabeça constante.

Portanto, as construtoras deverão ser as mais interessadas na entrega de um produto de qualidade, afinal, quem não quer um cliente fiel e que defenda a sua marca? Basta entregar um produto de qualidade que a recompensa, com certeza, virá.

1. ESTRATÉGIAS A SEREM SEGUIDAS PELA EMPRESA NA ENTREGA DE UM EMPREENDIMENTO

A fim de se resguardarem de possíveis processos judiciais dos futuros condôminos, a empresa deverá providenciar Laudos, Entrega Técnica e Pós-Entrega Eficiente.

A) LAUDOS

Importantíssimos tanto para a empresa quanto para os compradores, pois embasarão tecnicamente diversos pontos das áreas comuns do empreendimento, como o sistema de incêndio, quadros elétricos, grupo gerador, SPDA (Sistema de proteção contra descargas atmosféricas) e outros itens. Geralmente, contrata-se uma equipe especializada no assunto e sem vínculos com as partes envolvidas.

Há dois tipos de Laudos, conhecidos por Laudo de Inconformidades e Laudo de Constatação. O primeiro é realizado na maioria das vezes antes da entrega (3 meses, aproximadamente) da obra. Auxiliados pelos projetos e boas práticas da engenharia, os profissionais qualificados visitam todas as áreas que possam influenciar na durabilidade ou no desempenho do objeto em estudo.

Após a constatação de possíveis anomalias, o laudo é entregue aos executores da obra para que realizem os ajustes necessários, como revisões em projetos “as built”, reparos dos defeitos e etc.

Já o segundo laudo foca na entrega do empreendimento para os moradores, ou seja, é a documentação oficial, relatando todos os vícios construtivos aparentes e diversos defeitos visíveis. Por isso, o responsável pelo laudo deverá fotografar milhares de itens, pois esse documento poderá embasar decisões judiciais ou em prol do empresário ou em prol do consumidor. Segue um exemplo de erro na área comum (Figuras 3 a 6).

Figura 3 – Ausência de ralo do tipo abacaxi..
Figura 4 – Outro ralo sem a devida proteção.
Figura 5 – Ralo do tipo abacaxi que impedirá a entrada de objetos estranhos ao sistema.
Figura 6 – Detalhes do ralo do tipo abacaxi.

 Ah, mas que tabela é essa?! Como funciona? Calma, esse é um assunto a ser tratado em tópico específico, mas entraremos em alguns detalhes: Todo laudo deverá definir determinados graus de gravidade, urgência e tendência. Afinal, se você não determinar as prioridades, qual deverá ser a sequência de correções a adotar? Uma laje prestes a desabar não seria mais urgente, grave e com tendências a piorar quando comparada a defeitos em acabamentos?! Seguem algumas explicações:

Pronto, ao multiplicar os três itens, você terá a pontuação total de cada inconformidade. Agora basta sequenciá-las e cobrar reparações.

B) ENTREGA TÉCNICA DAS ÁREAS COMUNS

Essa entrega técnica objetiva repassar as operações do edifício ao síndico e aos moradores. Sugerem-se o acompanhamento das equipes de manutenção da construtora e das que irão prestar serviços de manutenção preventiva ao condomínio.

Embasados por um check-list, deve-se entregar todos os documentos (alvará, projetos, ARTs, licenças e outros) ao síndico, ou seja, toda a responsabilidade da operação e da manutenção do condomínio acaba de “trocar de mãos”. Obviamente, quaisquer observações de não conformidades que estejam dentro do período de garantia da obra, deverão (após comprovações) ser sanadas pela construtora.

Porém, caso haja problemas, como a comprovada falta de manutenção do gerador dentro do período estipulado pela construtora, será de responsabilidade do condomínio.

C) ENTREGA TÉCNICA DAS ÁREAS PRIVATIVAS

 O SONHO DE TODO CLIENTE!!! PARA MUITAS FAMÍLIAS É O BEM MAIS VALIOSO, AFINAL ESTÃO PAGANDO HÁ TEMPOS (PROVAVELEMENTE CONTINUARÃO PAGANDO POR MUITOS ANOS)!!

Deverá ser um momento de festa, o qual a construtora deverá receber de braços abertos os seus clientes, demonstrando transparência, comprometimento e seriedade.

PERA AI, EQUIPE DO INOVACIVIL, esse não é o momento que todos ESCONDEM OS DEFEITOS?! E rezam para que o cliente assine a vistoria sem nenhuma observação?! Escondem aquele defeito na pintura, ficam na frente daquele detalhe errado no porcelanato?!

Pois é, há tanto empresas boas como ruins. Saiba que há empresas que fornecem vídeos institucionais ensinando os clientes a receberem um apartamento. Além disso, disponibilizam trenas, baldes, etiquetas e todos os outros objetos que possam auxiliar o cliente nessa jornada (Figuras 7 e 8).

Figura 7 – É de suma importância que o cliente analise todos os pontos do apartamento.
Figura 8 – Anote todas as pendências a serem corrigidas.

Além disso, é importante esclarecer todas as possíveis dúvidas e informar que quaisquer medidas corretivas, após o recebimento da unidade, deverão ser solicitadas por meio da assistência técnica/manutenção da construtora. Após o recebimento desse pedido de correção da não conformidade, a empresa irá analisar se aquela inconformidade é um defeito de uso ou um vício construtivo aparente ou não.

D) PÓS ENTREGA EFICIENTE

É o canal de comunicação entre a empresa e o cliente, por isso deve-se almejar solucionar todas as não conformidades o mais rápido possível (como aquele vazamento incômodo no banheiro de casal), realizar vistorias preventivas nas áreas comuns a cada determinado período (Já imaginou uma empresa visitando o seu edifício a procura de defeitos?! Para que ela PROVIDENCIE A SOLUÇÃO!) e analisar a opinião dos moradores com a edificação, em quais aspectos deveria haver melhorias e quais os pontos foram bem avaliados pelo proprietário.

2. MORAL DA HISTÓRIA

Todo projeto tem começo, meio e fim…

Então por que as empresas não se dedicam na entrega do produto e no respectivo acompanhamento durante o passar do tempo? E quais as lições poderão ser aprendidas para que não se repitam em projetos futuros?

O aprendizado e crescimento constante estão alinhados com a satisfação do cliente. Sabe-se que um cliente cuja solicitação foi prontamente atendida é mais satisfeito do que um que nunca solicitou nenhuma correção.

Logo, meus amigos engenheiros e engenheiras, dediquem-se na melhoria constante de seus produtos.

Siga nossas redes sociais:
logo cinza inova
Todos os direitos reservados® – Inova Civil Plataforma Educacional | CNPJ 22.371.237/0001-11
Políticas de Privacidade & Termos de Uso